Educação Empreendedora

Sebrae e FAIT oferecem extensão universitária em empreendedorismo nas agrárias, gestão e docência

Alunos dos cursos de medicina veterinária, engenharia florestal, agronomia, administração, pedagogia e educação física, além dos interessados de Itapeva e região, podem se inscrever; atividades acontecem entre os dias 26 de abril e 19 de maio

O Sebrae e a Faculdade de Ciências Sociais e Agrárias de Itapeva (FAIT) estão com inscrições gratuitas abertas para as extensões universitárias “Empreendedorismo nas agrárias”, “Empreendedorismo na gestão” e “Empreendedorismo na docência”. As aulas acontecem de forma 100% online entre os dias 26 de abril e 19 de maio, sempre entre segundas e quartas-feiras, das 19h às 22h. Podem se inscrever alunos dos cursos de medicina veterinária, engenharia florestal, agronomia, administração, pedagogia e educação física, além dos interessados em geral de Itapeva e região. Ao todo serão 10h de capacitação empreendedora gratuita em aulas ministradas por especialistas do Sebrae-SP e com a presença de docentes e convidados da FAIT. 

Para a extensão “Empreendedorismo nas agrárias”, podem se inscrever alunos dos cursos de medicina veterinária, engenharia florestal e agronomia. Os encontros vão acontecer entre os dias 26 a 28 de abril. As inscrições podem ser feitas pelo link https://bit.ly/31yoEhe. A extensão “Empreendedorismo na gestão” tem como foco os alunos de administração, com encontros entre os dias 03 e 05 de maio. Inscrições pelo link https://bit.ly/3djfOcY. Já para a extensão “Empreendedorismo na docência” podem se inscrever alunos de pedagogia e educação física, com encontros entre os dias 17 e 19 de maio. Inscrições pelo link https://bit.ly/31I8SAR. Mais informações diretamente com o Sebrae pelos telefones (15) 3526-6030 / (15) 99103-1699. 

Os alunos inscritos vão aprender sobre empreendedorismo e como trabalhar suas ideias de negócio aplicadas às áreas de interesse. Vão aprender também sobre marketing, finanças, formalização de uma empresa e orientações para a saúde dos negócios. Todos os concluintes com participação mínima de 75% das aulas e assinatura na lista de presença receberão certificados. 

“Essa é uma excelente oportunidade para os alunos e demais interessados conhecerem mais sobre empreendedorismo e colocá-lo como uma opção de carreira. Ao invés de apenas procurar emprego, os estudantes podem gerar empregos abrindo o próprio negócio”, explica o gerente regional do Sebrae na região Sudoeste Paulista, Luis Guilherme Guerra Sanches. 

"Possuímos em nossa região um setor pet e agropecuário em franca expansão, voltados à quantidade e qualidade de atendimentos e produção. Deste modo, essa parceria com o Sebrae-SP oferece aos alunos, egressos e a toda comunidade, a oportunidade de ampliação desses horizontes, capacitando os alunos a se tornarem médicos veterinários investidores de sucesso", comenta o coordenador do curso de medicina veterinária da FAIT, Prof. Esp. Leandro Hiroshi Kondo. 

O coordenador dos cursos de Agronomia e Engenharia Florestal da FAIT, prof. Dr. Edjair Augusto Dal Bem, agradece a oportunidade de parceria para formação dos alunos também na gestão de negócios. "Vamos contribuir com os profissionais e futuros profissionais proporcionando uma nova perspectiva de visão de mercado e de aplicação de potencialidades inovadoras no setor", destaca.  

“Certamente na atualidade nada se faz mais mister que a formação inter e multidisciplinar dos profissionais em todas as áreas do saber. E especialmente este olhar para além do convencional vem ao encontro à necessidade do mercado de trabalho atual”, comenta a vice-diretora e coordenadora dos cursos de administração e pedagogia da FAIT, prof.ª MSc. Rosemeire Rodrigues Wagner. 

Por fim, o coordenador dos cursos de educação física das FAIT, Mariól Siqueira Santos, comenta que hoje é possível entender que a formação de jovens empreendedores pode ser um dos caminhos para o crescimento de uma nação. “Evoluir como profissão deve ser uma das metas da educação física e seus profissionais. Criar mecanismos para um profissional mais proativo, determinado, criativo e inovador são as bases de uma educação empreendedora. Nada valerá ser o melhor avaliador físico se este não souber divulgar o seu trabalho, vender a sua marca, administrar sua agenda e custos. Devemos conhecer mais de ferramentas empreendedoras para ousar criar mais projetos em saúde, em lazer e na educação”, finaliza.