Planejamento

Empresas encaram a pandemia sem demitir funcionários

Apesar da crise econômica, empresários encontram formas de suportar as dificuldades evitando cortes na equipe

Desde o começo da pandemia de Covid-19 e a consequente crise econômica, empresas dos mais diferentes setores tiveram de realizar demissões. Porém, há empresários que conseguiram driblar as dificuldades e mantiveram a equipe; outros até contrataram no período. A pesquisa mais recente do Sebrae sobre o impacto da pandemia nos pequenos negócios mostra que a proporção de empresas que contrataram com carteira assinada nos 30 dias anteriores à pesquisa segue em crescimento. Em julho, era de 8%; em novembro, subiu para 18%. Em março, mês em que a Organização Mundial de Saúde (OMS) classificou a Covid-19 como pandemia, os sócios Edson Nabarro da Silva e Leandro Herrera inauguraram uma franquia da marca Mercadão dos Óculos, em Santa Fé do Sul, com a contratação de três funcionárias. “Foi bem assustador. Começou a haver muitas demissões no comércio”, lembra Silva.

Para tentar deixar o clima mais leve, os sócios decidiram não discutir as questões da empresa relacionadas à pandemia durante o expediente, preferindo focar nas soluções. “Começamos a entender que não adiantava ficar se lamentando. Tínhamos de correr atrás dos clientes de outras formas. A franquia também ajudou com treinamentos online e começamos a engrenar novamente”, conta Silva. Como estratégia para manter as vendas, eles intensificaram a presença nas mídias digitais e também passaram a realizar delivery e mandar modelos de óculos para a casa do cliente.  Para motivar as funcionárias, eles anteciparam o pagamento da primeira parcela do 13º salário para junho. “Queríamos mostrar que estávamos todos juntos no mesmo barco. Mês a mês aumentamos o nosso faturamento. Nós tomamos todos os cuidados necessários, mas não falamos de pandemia dentro da loja”, lembra Silva.

A equipe é formada pela gerente Caroline Leite Proni, a vendedora Franciele Villanova Bonini e Cristiane Percidio, que atua como street marketing e tem a função de levar clientes para a loja. “Para fazer as contratações priorizamos responsabilidade, comprometimento; todo mundo estava saindo da zona de conforto”, destaca Silva. Os sócios da franquia do Mercadão dos Óculos estão confiantes. “Vamos completar um ano de loja e temos observado uma melhora mês a mês, com as indicações boca a boca aumentando”, conta Silva.

REINVENÇÃO

O consultor do Sebrae-SP Francisco Marques afirma que as empresas que se planejaram, se reinventaram, buscaram inovar e criaram novas formas de atender ou lançaram produtos e serviços durante a crise foram as que apresentaram os melhores resultados. Segundo a pesquisa do Sebrae, 11% das empresas registraram aumento de faturamento mensal.

O caminho para o crescimento, segundo Marques, foi utilizar diversas ferramentas digitais, de relacionamento e a criatividade. “A principal característica dessas empresas que cresceram mesmo durante a pandemia foi o comportamento empreendedor de seus gestores, que buscam se diferenciar, inovar sem esperar o mercado reagir e que conseguem liderar a reinvenção da empresa”, destaca.

O consultor reforça ainda a importância das micro e pequenas empresas para a geração de empregos no País. Em 2020, elas foram responsáveis pela criação de 293,2 mil postos de trabalho. Já as médias e grandes empresas fecharam o ano com um saldo de 142,7 mil novas vagas. “As MPEs têm como característica a contratação de pessoas da comunidade ou da região, possibilitam a oportunidade do primeiro emprego, melhoria de renda, desenvolvimento de mão de obra e melhoria social, colaborando de maneira significativa para o ciclo de desenvolvimento sustentável local de aumento e geração de emprego e renda”, afirma.

PLANEJAMENTO

A consultora do Sebrae-SP Eliana Germano reforça que todo processo de contratação precisa ser bem pensado e preparado, além de verificar exatamente a necessidade da empresa. Por exemplo, hoje as empresas estão realizando as vendas de forma virtual pelas redes sociais e plataformas e precisam de pessoal com perfil para utilizar esse tipo de ferramenta. Por isso, antes de contratar, é importante verificar entre os colaboradores se já existe um perfil para a vaga antes mesmo de abrir um processo seletivo.

Segundo Eliana, a contratação é adequada quando se tem clara a descrição do cargo, das atividades, definição das competências (conhecimento, habilidades e atitudes) e as condições de trabalho, principalmente no momento atual, de trabalhar de forma híbrida (home office e presencial). “Um dos desafios é contratar a pessoa certa para o lugar certo”, destaca. A consultora reforça que mesmo com a pandemia é importante que as contratações e treinamentos continuem ocorrendo de maneira criteriosa. Agora, adequados a novos formatos, de maneira online por meio de aplicativos, softwares e videochamadas para facilitar o processo e garantir a segurança de todos os envolvidos.

Entre as recomendações, Eliana reforça a importância de criar um processo para a análise de currículos ou fichas de solicitação de emprego, definir quais serão os meios para realizar as entrevistas de triagem, quais ferramentas e critérios para as avaliações e a escolha do candidato que mais atende ao perfil do cargo. O restaurante de fast food

Original American House, de Votuporanga, também conseguiu passar pela crise sem demissões. A proprietária Pamela Santa Rosa Lourenço teve de repor funcionários que saíram nesse período e, para fazer as contratações, priorizou a experiência dos candidatos com a parte prática, além de boas referências e postura profissional. Atualmente, a casa trabalha com sete colaboradores, sendo dois apenas no fim de semana.

Segundo ela, a pandemia ajudou a tirar a empresa da “zona de conforto”. Isso porque eles precisaram se especializar no delivery e estudar pontos importantes, como a questão das embalagens e como o hambúrguer chegava na casa do cliente depois de 30 minutos embalado.

“Investimos todo nosso tempo e dedicação nisso. Começamos a melhorar dia após dia, tanto nos treinamentos constantes da equipe, quanto no faturamento, tanto que chegamos a bater nosso recorde”, relata Pamela, que tem planos otimistas para 2021. “Estamos apenas no começo, mas acreditamos que nos adaptando às novas mudanças, necessidades e modernização digital vamos conseguir ser referência em nossa região”, completa.

DICAS PARA ACERTAR NA CONTRATAÇÃO

- A descrição do cargo é fundamental para ter em mãos o perfil desejado do candidato para a vaga.

- Saber onde e como anunciar a vaga para atrair candidatos com potencial para a vaga.

- Ter transparência no processo de recrutamento e seleção. A empresa transmite credibilidade e segurança aos candidatos.

- Ficar atento se o candidato tem informações e sobre a empresa e se identifica com o cargo.

- Considere em seu processo seletivo competências que demonstrem proatividade, trabalho em equipe e interesse em se desenvolver, direcionando o olhar também para perfis de candidatos, sejam jovens, com mais experiências no mercado e até aqueles sem experiência, mas que querem de fato aprender.

- No processo seletivo, caso a empresa faça a opção por indicações de candidatos, submeta-os também às demais etapas do processo seletivo.

- A empresa também poderá considerar a possibilidade de recontratação de colaborador, sempre observando o histórico do candidato e seus resultados no processo atual da vaga.

Fonte: Eliana Germano, consultora do Sebrae-SP