Beleza

Cresce o número de cabeleireiros e esteticistas em Araraquara

Nos últimos três anos houve um aumento de 54,5% e 7,6% respectivamente no número de MEIs

Nestes dias 18 e 19 de janeiro são comemorados os dias dos esteticistas e dos cabeleireiros, profissões que estão em crescimento em Araraquara nos últimos anos. Entre 2015 e 2018, o número de Microempreendedores Individuais (MEIs) na área de estética cresceu 7,6%, enquanto que o número de cabeleireiros subiu 54,5%. Em números absolutos, eram 291 esteticistas em 2015 contra 313 em 2018, enquanto que os cabeleireiros eram 633 e passaram para 978.

“Cabeleireiro e esteticista são atividades com uma baixa barreira de entrada. Com o aumento do desemprego, muitas pessoas optaram por entrar na atividade. O profissional consegue fazer um curso de 30h/40h em um instituto de beleza e fazer cortes e penteados e depois ir se aprimorando”, explica o gerente regional do Sebrae-SP, Fernando Sanches.

O dono do salão, em geral, é quem coloca a “mão na massa”. Ele é um artista, mas às vezes não é um gestor. Mas não basta saber cortar cabelo, é preciso saber gerenciar. É aí que o Sebrae-SP entra e ajuda o empresário a administrar o negócio. É preciso buscar informações, entender o mercado, pesquisar os concorrentes e os clientes.

“Qual será o modelo de negócios? Se o empreendedor entrar para ser igual aos outros, será mais difícil se manter no mercado. É importante que ele busque se capacitar, goste de pessoas e tenha perfil inovador. Os conceitos de beleza mudam constantemente, novas técnicas surgem a todo momento e o profissional precisa estar atualizado”, finaliza Sanches.