História

Centro de Empreendedorismo do Sebrae-SP abriga exposição sobre os empreendedores pioneiros do Brasil

Documentos, fotos e outros itens de acervo pessoal e familiar fazem um resgate histórico da saga dos primeiros a empreender no País

 

A virada do século 19 para o século 20 foi um período bastante agitado no Brasil, com muitas mudanças sociais, culturais e econômicas. Foi quando o país começou a receber grandes grupos de imigrantes vindos da Europa, as cidades começaram a se expandir, a nova república começou a se formar e o país cresceu em infraestrutura. Toda essa movimentação serviu de incentivo e o período também marcou o início de muitas novas empresas pelo país e, em especial, em São Paulo.

 

E é a história desses pioneiros do empreendedorismo que está sendo contada na exposição “Pioneiros & Empreendedores: a saga do desenvolvimento no Brasil” que abre nesta quinta-feira, 19, no Centro Nacional de Empreendedorismo, Tecnologia e Economia Criativa do Sebrae-SP, no Palácio dos Campos Elíseos, na região central de São Paulo, e fica em exibição até o dia 1º de dezembro.

 

Ivan Hussni, diretor técnico do Sebrae-SP, destaca o simbolismo do local da exposição, espaço de promoção do empreendedorismo, inovação e economia criativa. “Tem tudo a ver o Sebrae, como a casa do empreendedor, essa exposição das grandes histórias que estão sendo aqui relatadas, inspirando a juventude e o futuro do empreendedorismo brasileiro”, comentou durante o evento de lançamento da exposição na noite da última quarta-feira.

 

Durante o evento, netos e bisnetos dos pioneiros retratados na exposição deram seus depoimentos sobre a história de empreendedorismo de seus familiares. Entre eles Frederico Ludgren, que contou sobre como o avô criou a Casas Pernambucanas, após emigrar da Suíça e chegar até o Recife, onde começou sua jornada com a venda de couro, e acabou se transferindo para São Paulo no início dos anos 1900 para atuar no comércio, setor que começava a despontar nessa época. A Pernambucanas está celebrando 110 anos de história em 2019.  

 

Os depoimentos e a exposição retratam como a história dos pioneiros empreendedores está diretamente ligada à história da chegada dos imigrantes ao Brasil. Como a família libanesa Jafet, que chegou com “uma mala cheia de tecidos e de esperança”, conforme relatou Basilio Jafet; ou como o sr. Samuel Benchimol, que saiu do Marrocos e chegou à região amazônica e que, até hoje, a família, mesmo fixada em São Paulo, ainda conserva seu “amor pela Amazônia”, transmitido pelo pioneiro, conforme disse sua neta Ilana.

 

O nascimento da Sadia, hoje BRF e um dos maiores frigoríferos do mundo, é outra história que faz parte da exposição e foi contada na cerimônia de abertura pelo neto do fundador Attilio Fontana, Luiz Fernando Furlan. Assim como a saga do Feffer, vindos da Ucrânia e fundadores de uma das maiores empresas de celulose do mundo, a Suzano.

 

“Um país que não valoriza sua história jamais terá um futuro brilhante. E aqui foram relatadas histórias que emocionaram a todos nós, que construíram o Brasil do passado, que ainda é presente. São bons exemplos, são uma inspiração. Mostram a união entre o empreendedor e o país em desenvolvimento, disse Ivan.

 

O evento que marcou a abertura de Pioneiros & Empreendedores contou ainda com palestra do professor Francisco Vidal Luna, que fez um resgate histórico sobre a economia, demografia e tecnologia paulista entre 1850 e 1950. E a participação do professor Alexandre Saes, sobre as perspectivas e preparos para 2022.

 

Pioneirismos

 

A mostra tem o mesmo título da trilogia publicada pelo professor Jacques Marcovitch, da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo, que analisa a trajetória e a contribuição de empreendedores dos séculos XIX e XX para o crescimento e a modernização da economia brasileira.

 

A exposição pretende valorizar a memória do empreendedorismo pioneiro no Brasil; elucidar suas características pedagógicas e suas respectivas repercussões contemporâneas, aproximando-a de um público amplo, mais especificamente do segmento juvenil e universitário. Destina-se a estudantes de ensino médio e de escolas técnicas, universitários de Administração, Economia, História, Arquitetura, Engenharia e outros cursos superiores, professores, pesquisadores e público em geral. A exposição é coordenada pela Expomus, empresa com mais de três décadas de atuação e mais cem projetos culturais realizados, e foi concebida por Maria Cristina Oliveira Bruno.

 

Dividida em cinco módulos, a exposição destaca o pioneirismo empresarial em vários momentos da história econômica, social e política do Brasil, desde 1822 até o momento atual.

 

Mulheres Pioneiras

 

Uma das grandes atrações da Exposição Pioneiros & Empreendedores em São Paulo será a inclusão de oito Mulheres Pioneiras: Ermelinda Ottoni de Souza Queiroz, Eugênia Ana dos Santos (Mãe Aninha), Índia Vanuíre, Nise da Silveira, Irmã Dulce, Dorina de Gouvêa Nowill, Waldisa Russio Camargo Guarnieri e Veridiana Valéria da Silva Prado.

 

A seleção de mulheres para a Exposição foi feita a partir de critérios distintos dos utilizados para os pioneiros homens. Mesmo assim, suas trajetórias têm pontos em comum com a narrativa da exposição.

 

As mulheres destacadas, muito além de uma vida significativa, deixaram um legado que transcende suas existências. Suas trajetórias e iniciativas duradouras inspiram jovens para a construção do seu projeto de vida, e são exemplos para as gerações vindouras.

 

Já a trilogia Pioneiros & Empreendedores faz parte do Projeto Pioneiros inclui cursos de atualização em pioneirismo e educação empreendedora para professores em todas as regiões do país.

 

O pano de fundo da obra é o cenário econômico e social brasileiro (e mundial) nos séculos XIX e XX. Nele, os empreendedores surgem como homens apaixonados pelo que faziam, inovadores, capazes de superar adversidades, capacidade de trabalho e flexibilidade para mudar de rumo ou estratégia.

 

Além de criar empresas ou grupos empresariais bem-sucedidos, que impulsionaram o desenvolvimento do País, envolveram-se em projetos sociais ou de natureza filantrópica com a mesma energia e resiliência com que assumiram riscos e aproveitaram as oportunidades do seu tempo, apesar das crises e incertezas de sempre.

 

Serviço
Pioneiros & Empreendedores: a saga do desenvolvimento no Brasil
Local:
Palácio dos Campos Elíseos
           Avenida Rio Banco, 1269 -Campos Elíseos – São Paulo
Período: 18 de setembro a 1º de dezembro
Quando: terça a domingo, das 10h as 17h
Gratuita

 

Ficha técnica da exposição Pioneiros & Empreendedores:

Curadoria: Jacques Marcovitch
Projeto Museológico: Maria Cristina Oliveira Bruno, Viviane Longo
Implementação e coordenação museológica: Expomus - Exposições, Museus, Projetos Culturais
Coordenação Educativa: Marina de Toledo
Projeto Expográfico: BM Urbanidade e Arquitetura
Projeto Audiovisual: Estúdio Preto & Branco
Projeto Gráfico e Comunicação Visual: Partícula Planejamento Visual Gráfico

 

Sobre o Centro Nacional de Empreendedorismo, Tecnologia e Economia Criativa

Espaço administrado pelo Sebrae-SP e sediado no Palácio dos Campos Elíseos que reúne empreendedores e projetos ligados a tecnologia, inovação e criatividade. Nos diferentes ambientes do prédio, são promovidas ações e realizados programas para fomentar o empreendedorismo e a economia criativa.

Tags: empreendedores, exposição